SPORTS, FITNESS & DANCE

Life, Strength, Resilience & Faith

Amyotrophic Lateral Sclerosis (ALS)

Marcio

voltar a viver

Olá meu nome é Márcio moro no interior de São Paulo em uma cidade chamada leme. Eu era normal como todo mundo, aquela vida corrida dormia, acordava ia para o trabalho de fim de semana vinha a diversão. Mas um certo dia estava eu trabalhando, quando de repente sinto uma fisgada na coluna fiquei travado por volta de um minuto, melhorou depois mais ou menos de uma hora veio a segunda fisgada na coluna fiquei travado de novo mais três minutos, fiquei assustado pois nunca tinha sentido tal coisa antes, foi melhorando aos poucos. Fui para casa junto com minha esposa, chegando lá tomei um banho e me deitei no sofá com um pouco de dor, enquanto minha esposa terminava de preparar o prato da janta. Jantamos e ali permaneci por mais de meia hora, depois fui me deita não estava legal, ao me desloca da sala para o quarto aquela dorzinha chata permanecia, quando cheguei no quarto foi ai que vi a viola em cacos que dor. Quando eu estava passando entre a cama e a cômoda, outra fisgada terrível fique travado por completo, dei um forte berro aiiiiiiiiii. Minha esposa veio correndo e me encontro trava não conseguia me mexer, ela então me ajudou a deitar, não aguentava de dor, apaguei. No dia seguinte acordei normal, uma leve dorzinha na coluna, disse a minha esposa vou ao medico. Chegando na firma comecei a trabalha, mas não aguentei de dor fui para o hospital, fui medicado e transferido para o Ortopedista. Ai começou o pesadelo fui piorando gradativamente até que a neura cirurgiã me disse você vai ter que ficar na cadeira de rodas. Fiz vários exames e não encontravam nada, entrei em desespero mas não demonstrava para ninguém, foi ai que surgiu um convite de um certo homem, que me viu na cadeira de rodas no mercado. E me disse você, meu coração disparou, o que fiz pensei, ele me perguntou o que ouve para você estar nesta cadeira de rodas. Eu contei o que tinha acontecido e ai veio a surpresa, ele tinha uma equipe de ciclismo e para ciclismo e me convidou para participar da equipe, nossa eu que amava andar de bike, foi uma alegria imensa. Embora não sabia como era direito, pois andar de bike pedalando com as mãos, nossa estava a frito e ansioso para conhecer essa tal handbike, foi paixão a primeira pedalada. Nossa que sensação de liberdade novamente, agradeci a Deus por aquele presente, comecei os meus treino, minha vida a partir deste instante era rotina de exame e treinos. Comecei a participar das Copas de Para ciclismo, fiquei mais apaixonado pela handbike, neste ano de 2016 através de um exame no hospital da pucc em Campinas-sp fui diagnosticado com esclerose amiotrófica lateral, mais conhecida como (ELA). A medica me disse que não tem cura, só tratamento a partir dai, vivo cada dia como se fosse o ultimo, continuo meus campeonatos com a compania de Deus e da handbike e minha doença (ELA),e vamos vivendo até quando DEUS quiser, bora viver.

EMPOWER OTHERS!

Share this story to help change someone's life

WELCOME TO YOOCAN

THE GLOBAL COLLABORATIVE COMMUNITY FOR SHARING EXPERIENCES AND KNOWLEDGE BY AND FOR PEOPLE WITH DISABILITIES, SO NO ONE FEELS ALONE.

BY CREATING AN ACCOUNT YOU AGREE TO THE TERMS OF SERVICE ANDPRIVACY POLICY.

Please provide your name to be displayed in the chat room.